Os vampiros brasileiros

Provavelmente você já deve ter lido os clássicos da literatura vampirística: Drácula, de Bram Stoker, A Hora do Vampiro, do mestre Stephen King, Entrevista com o Vampiro, de Anne Rice. Enfim, são vários os títulos famosos que abordam esse tema que nós, amantes de contos de horror, com certeza já lemos. Mas você já se perguntou quantos livros de escritores(as) do Brasil você já leu? Pergunta difícil, não é? Mas se você respondeu: “nenhum”, nós iremos te ajudar recomendando alguns dos mais famosos livros de vampiros brasileiros.

Existem mais vampiros brasileiros do que você imagina

Ultimamente a literatura sobre vampiros no Brasil vem crescendo bastante. Existem vários escritores que abordam esse tema com maestria, criando verdadeiras obras-primas dignas de deixarem o Drácula no chinelo.

Voltado a literatura infantojuvenil, Lopes dos Santos escreveu o livro Na Mira do Vampiro, que fala sobre dois jovens: Duda e Toninho, os quais participam de uma investigação sobre um terrível vampiro à solta na cidade.

Também voltado para a literatura infantojuvenil, o livro O Vampiro que Descobriu o Brasil de Ivan Jaf fala sobre um vampiro português que tenta recuperar sua humanidade destruindo quem o mordeu.

Outro clássico que foi escrito em 1965 foi O Vampiro de Curitiba, um livro de 15 contos em que, Nelsinho, o personagem principal de todos os contos, vagueia pela cidade de Curitiba atrás de suas vítimas.

Em 2007 foi lançado uma coletânea chamada de O livro negro dos vampiros, que reúne 50 contos de diferentes escritores brasileiros, todos tendo o vampiro como foco principal.

Mesmo que existam poucos escritores brasileiros que abordem esse tema, é muito importante valorizarmos a literatura brasileira. Ainda mais quando temos diversos profissionais que exploram esse assunto aqui no Brasil de forma tão encantadora. E, ao lermos o que eles têm para nos contar, além de manter nossa mente ativa, ainda fomentamos uma atividade incrivelmente encantadora que é a escrita.